• Ana Pinto

Yoga para reduzir a Ansiedade




A vida nem sempre é previsível e constante, e a parte de nós que procura a constante segurança é frágil, existindo por isso momentos em que sentimos ansiedade. É natural esta emoção estar presente na nossa vida, principalmente quando existe transformação à nossa volta e dentro de nós. Mas devemos estar atentos e perceber até que ponto esta emoção nos condiciona ou limita a viver uma vida mais plena. E para ganharmos uma maior consciência do que se passa à nossa volta e dentro de nós existe o Yoga, que nos pode auxiliar como um método de auto-ajuda e autoconhecimento neste caminho, com altos e baixos, a que damos o nome de Vida.


Na grande maioria das vezes a ansiedade não surge por um acontecimento do Presente.

Acabamos por viver uma parte da nossa existência agarrados à nossa história de vida, e é através desta que vamos criando crenças e julgamentos, que nos impedem de ver mais além do que a nossa própria experiência e respetivas consequências da mesma. Por vezes basta uma experiência desagradável para ditar toda a forma de olharmos para situações idênticas.


Apesar da nossa história de vida ser Passado, ela encontra-se muitas vezes presente no nosso dia-a-dia. E inevitavelmente os acontecimentos que muitas vezes ainda nos magoam, acabam por surgir em momentos mais desafiantes do Presente, originando a nossa ansiedade.


E é quando a vida se torna demasiado desafiante e pouco previsível que é importante recorrermos às ferramentas que nos ajudam a encontrar o Pleno e a Aceitação de que a vida é feita de altos e baixos. É por isso fundamental prevenir a ansiedade ao invés de no momento em que esta surge, procurar soluções rápidas. Lamento, eu também já procurei dessa forma, e não existe.



Tudo o que vale a pena e nos faz bem leva tempo, dedicação e amor próprio.



Foi assim que o Yoga entrou na minha vida. Num dos momentos mais angustiantes da minha vida eu encontrei este método de auto-ajuda, e após mês e meio de conhecimento e aprendizagem profundas, eu compreendi que o segredo não está tanto na aprendizagem, mas sim na forma como a colocamos em prática de forma consistente.




Então, como conseguimos prevenir que a ansiedade nos domine de forma descontrolada?



1. Lembra-te de regressar sempre ao Yoga.


O Yoga é o método de auto-ajuda mais antigo e versátil, com inúmeras ferramentas de suporte (prática de posturas e sequências específicas para alívio da ansiedade; exercícios de respiração; meditação).


Se já é do teu autoconhecimento que o Yoga te ajuda a aliviar e a reduzir a ansiedade, regressa. Muitas vezes é nos momentos de maior ansiedade que acabamos por abandonar a regularidade das práticas, por sentirmos que estamos a lidar com muita coisa. A melhor forma de regressares é recordares a sensação que tens no final de cada prática, de leveza, paz interior e recuperação mental. Essa recordação feliz irá ajudar-te a ganhar força interior para regressares sempre.



2. Saber que tipo de prática te pode ajudar.


Devemos variar as nossas práticas de Yoga, consoante a fase da nossa vida.

Se estás numa fase de maior ansiedade, procura uma prática mais leve, terapêutica e meditativa, onde possas trabalhar mais as tuas tensões emocionais ao invés das físicas.



3. Pratica Yoga com regularidade.


Mais do que termos conhecimento, o segredo é colocarmos em prática no nosso dia-a-dia. É muito importante manteres uma prática regular, para quando surgir um momento mais desafiante, estares mais capaz de suportar e aceitar que a vida é feita de altos e baixos.

Já diz o ditado: “mais vale prevenir que remediar”.

29 visualizações