• Ana Pinto

O meu primeiro ano como Professora de Yoga



O mês de Setembro foi sempre uma altura de recomeços para mim. Talvez por ser o mês do meu aniversário, mas é sempre nesta altura que construo e dou início a grandes projetos na minha vida. E claro está que não foi diferente com o meu projeto ThinkYoga.


Faz precisamente um ano de projeto vivo, e tal como qualquer ser humano, também eu criei expetativas em relação ao meu projeto. Será que o meu desejo inicial se realizou? Na verdade foi completamente o oposto. No entanto, continuo a crescer dia após dia e a viver o meu sonho!


.


Antes de abrir portas em Setembro de 2020 eu estava a terminar o curso e o meu website, e tinha a visão nítida na minha mente de um estúdio de Yoga. Eu queria ter um espaço onde pudesse abrir portas a quem quisesse entrar, e proporcionar um lugar acolhedor, harmonioso, onde as pessoas sentissem que era uma “segunda casa”.


Agarrei nos meus ganhos de IRS e fiz o meu investimento! Comprei material de Yoga (tapetes, blocos, mantas, almofadas de meditação), um móvel, e algumas decorações extra. E posto isto eu precisava de encontrar um espaço para dar as minhas aulas. Como alguns de vocês sabem, eu vivo no Alentejo, e posso garantir-vos que foi o meu primeiro grande desafio. A verdade é que se quisermos alugar um espaço em vilas pequenas, grande parte do que está disponível e em boas condições pertence a Associações, e as lojas que existem são demasiado pequenas para um estúdio de yoga.


Foi-me cedida uma sala por uma família amiga, da qual estarei sempre grata, e abri portas em Viana do Alentejo a 12 de Setembro de 2020. Apesar de ter aberto portas em plena Pandemia Mundial, eu realmente tive uma boa adesão. No entanto acabei por ser surpreendida em Janeiro de 2021 com um confinamento. A grande maioria dos meus alunos não estava familiarizado com aulas online, e tão pouco eu! Meus caros, eu garanto-vos que estava reticente em dar aulas neste formato!


Apesar dos poucos alunos que aderiram eu continuei a dar as minhas aulas de Yoga e acabei por ter tempo para criar um novo projeto: Yoga para Empresas, em formato online. Foi desta forma que comecei a construir uma parte do meu projeto neste formato, tendo obtido de imediato a parceria com duas empresas da região de Évora.


.


Entretanto o país começa a desconfinar durante o mês de Maio, e quando me preparo para reabrir o meu estúdio, deparo-me com o facto de que quem não aderiu às aulas online também não regressou às aulas presenciais. Tinham passado 5 meses desde a última aula presencial. Posso garantir-vos que nunca ponderei desistir do meu projeto, mas esta consciência de que não seria mais possível dar aulas no local onde moro, foi recebida com alguma desilusão.

Ao mesmo tempo tive contato por parte de um grupo de pessoas, que tinham interesse em ter aulas de Yoga na vila de Portel. Então para mim foi a reconstrução de tudo: a procura (e a mesma dificuldade) por uma sala para dar aulas, com a variante de não me ser possível decorar a meu gosto. Foi-me uma vez mais cedida uma sala pelo Grupo Desportivo de Portel, ao qual estarei igualmente agradecida pela generosidade.


.


A este ponto eu tinha uma boa parte do meu projeto online e outra presencial. Acabei por começar a publicitar as minhas aulas de grupo online, que não tinha feito até ao momento por achar que seria uma situação temporária devido à atual Pandemia Mundial. Nesta fase eu decidi criar um estúdio de yoga online, uma vez que tinha as minhas aulas de grupo e as empresas. Sentia que precisava de ter um espaço com mais luz, mais harmonioso e que me tirasse por completo do meu quarto. Ao mesmo tempo que comecei a dar aulas em Portel, comecei a remodelar uma parte do meu sótão, onde pude transformá-lo no meu escritório e no meu estúdio.

O meu quarto tinha finalmente voltado a servir para dormir!

Para comemorar esta abertura do meu Estúdio Online, eu fiz uma sessão fotográfica para começar também a estar mais presente na internet. Foi ao estar mais visível e presente publicamente, que cheguei à conclusão que deveria ser a cara do projeto, que devia torná-lo mais humano e com maior interação com o meu público. Foi o primeiro momento em que comecei a ponderar uma remodelação da minha imagem, e por sinal, do meu website.





Entre os meses de Junho e Julho, com muita vergonha confesso, fiz a minha primeira sessão fotográfica com um fotógrafo profissional. Em paralelo, tive um convite para participar pela primeira vez num retiro de Meditação & Yoga, a dar práticas de Hatha Yoga Funcional e Yin Yoga.

Chega por fim o mês de Julho, e de um modo geral, a adesão para o mês de Agosto tornou-se reduzida. Fiquei com 1 aula de grupo online por semana e uma das Empresas parceiras. Aproveitei assim o mês de Agosto para descansar 4 dias, e os restantes para começar a remodelação do meu website.

Após a paragem de Verão, chego a Setembro! Chego a este momento presente e deparo-me uma vez mais com novas desistências nas aulas presenciais, a ponto de não ser possível dar aulas em Portel. O meu projeto torna-se assim 100% online.


.


E assim foi a vida do projeto ThinkYoga durante o primeiro ano. Como podem imaginar, todas estas fases e variações tiveram consequências grandes na minha vida pessoal e financeira. Mas posso garantir-vos que não mudaria uma linha da história se me fosse possível fazê-lo.

Porque neste ano eu cresci em consciência, em autoridade e em autoconfiança.

Porque eu fui CEO, Diretora de Design, de Marketing, de Recursos Humanos, de Conteúdo, e de Contabilidade.

Fui professora de Yoga e fui a cara nas Redes Sociais.

Tudo o que é visível e invisível aos vossos olhos foi construído por mim.

Eu cresci mais este ano do que em toda a minha vida. E posso-vos dizer que sou feliz, com todas as oscilações do meu caminho.


.



Lembram-se de como começou esta história?


De sonhar com um estúdio de yoga e estar super reticente com o formato online? A verdade é que nos movemos muitas vezes pelas nossas expetativas, mas a vida está cheia de mistérios e mudanças!

É importante termos metas, objetivos, intenções. Mas a flexibilidade deve estar sempre presente em todas as nossas ações, sejam elas físicas ou mentais.

No meu caso, eu não sei se voltarei a dar aulas presenciais em Viana do Alentejo ou em Portel. Mas continuo a semear emoções, pensamentos, rotinas e trabalho árduo, e isso um dia trará algo para eu colher.

Esta é uma mensagem de força!

Não escolhi ser professora de Yoga ou empreendedora por ser fácil.

Simplesmente cada um escolhe a forma como quer viver. E eu escolho viver para os meus sonhos.



.



Cronologia ThinkYoga


Abril 2020:

- Investimento inicial no projeto;

- Criação website e blog;

Setembro 2020:

- Fim de Curso;

- Abertura estúdio de yoga em Viana do Alentejo

Janeiro 2021:

- Confinamento Covid-19 em Portugal;

- Aulas presenciais transformadas em aulas online;

- Criação do projeto ThinkYoga Empresas;

Maio 2021:

- Encerramento do estúdio de yoga em Viana do Alentejo;

- Início de aulas presenciais em Portel;

Junho 2021:

- Construção do estúdio online;

- Participação em Retiro de Meditação & Yoga;

- 1ª Sessão Fotográfica Profissional;

Agosto 2021:

- Nova redução de alunos: 1 aula grupo online + 1 empresa parceira


Setembro 2021:

- Regresso das 2 empresas parceiras;

- Regresso aulas de grupo online;

- Encerramento aulas presenciais em Portel;

- Projeto torna-se 100% Online





39 visualizações